Um dia em Petra


Minha ida a Petra acabou sendo mais fácil do que eu pensava. Eu estava em Eilat (cidade de Israel que faz divisa com a Jordânia), segui o conselho de uns amigos e contratamos uma excursão de um dia para o tão famoso sítio arqueológico. Foi a coisa mais prática que fizemos. Tratamos tudo no próprio albergue.

Valor da excursão: $250 dólares
 
Incluso no preço: impostos de fronteira, um guia turístico jordaniano experiente que falava Inglês (qualquer outro idioma deveríamos pagar a parte), transporte do hotel ou aeroporto para Arabá (Jordânia), passagem pela fronteira, ônibus com ar-condicionado em todo o tour (não incluindo passeios extras), taxa de entrada para Petra, um curto passeio a cavalo dentro da reserva (opcional), almoço em um restaurante em Petra, uma garrafa de água mineral, uma turnê de Aqaba.
 
Não incluso: despesas pessoais, bebidas, gorjetas.
No dia combinado, as 8:00 da manhã, uma mini van nos pegou no albergue (eu e mais dois amigos) e nos levou até fronteira de Israel com a Jordânia (Yitzhak Rabin Border).
Horário da fronteira
Domingo a Quinta-feira: 6h30 até 00h20
Sexta-feira e Sábado: 8h até 20h
Como todas as taxas já estavam pagas, o motorista nos apresentou nosso guia do lado da Jordânia, que nos colocou em um ônibus cheio de turistas. No meio do trajeto de ônibus fizemos uma pequena parada para comprarmos bugigangas e algumas besteirinhas para comer. E, após mais ou menos duas horas, eis que chegamos ao tão esperado destino. 
 

O PASSEIO

Logo na entrada, a primeira impressão que tive foi de que estava em uma cidade artificial. Tudo parecia ter sido construído para ser cenário de filmealiás, Indiana Jones e a Última Cruzada foi gravado lá em 1989.
Poucos minutos de caminhada a partir da entrada principal, você verá o chamado Obelisk Tomb, que já vai dar um gostinho do que vem pela frente.

 

É só andar mais um pouquinho e logo você vai dar de cara com a entrada do Siq, um corredor de pedras estreito com mais ou menos 1km de distância e 80 m de altura. É no final dele, que se encontra o monumento mais famoso e mais fotografado do local: O Tesouro, The Treasury (Al Khazna). 

A construção é rica em detalhes e tem mais de 40m de altura. A lenda popular diz que há uma urna funerária no topo que esconderia os tesouros de um faraó. A gente se sente uma formiguinha perto dele.

A grandiosidade dessas tumbas construídas há anos, demonstram a importância que os Nabateus davam para a vida após a morte.

Há diversos outros monumentos e tumbas, e os guias dizem que é preciso mais de um dia para conhecer todos. Eu, sinceramente, não sei se vale a pena ficar dois dias em Petra, a não ser que você tenha muito interesse por história. Eu acharia um pouco cansativo e chega uma hora, que tudo parece ser igual. Nós ficamos umas 5 horas andando por lá, acho que não aguentaríamos mais.
Vi o suficiente para sair de lá com a sensação de ter visitado um dos lugares mais “encantadoramente diferente” que já visitei.
Mas, para os aventureiros de plantão, o site Petra National Trust dá diversas sugestões de itinerários para 1, 2, 3 e até 4 dias.
 
Quem estiver muito cansado ou quiser fazer um tour diferente, pode alugar charrete, cavalo ou camelo. E por falar em camelos, eles com certeza dão um charme a mais em todo o passeio. São uma graça!

Obs: Optei por fazer a excursão por indicação de amigos. Sinceramente não posso dizer que é o melhor custo/benefício. Li alguns depoimentos de pessoas que foram por conta própria. Vale pesquisar, com certeza será mais barato. Resta saber se compensa.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

DDD: 3
Fuso horário: +2h (horário de Brasília)
Distância de outras cidades: Amã 246km
Línguas: Árabe
Moeda: Dinar jordaniano
Saúde: Nenhuma vacina é obrigatória, mas recomendam-se vacinas preventivas de hepatite, poliomielite, tétano e febre tifóide
Embaixada oficial no Brasil: SHIS, QI 09, conj. 18, casa 14, Lago Sul – Brasília, DF 61 3248-5414
Melhor época para visitar: Durante Abril/Maio e Setembro/Outubro.
Visto: É necessário

DICAS ÚTEIS

  • Não esqueça em hipótese alguma: protetor solar e chapéu. O sol é muito forte e a chance de terminar o tour como um camarãozinho é bem grande. Proteja-se!
  • Vá de tênis. São, aproximadamente, 7 quilômetros de caminhada.
  • Tome bastante água. O calor é muito forte na maior parte do ano. No verão, por exemplo, chega a ser absurdo de tão quente.
  • Evite o máximo possível comprar algo lá. Quando eu fui, o Dinar estava mais caro que o dólar.
  • Não caia nessa de “passeio de cavalo ou camelo grátis”. Você pode não pagar para andar, mas é obrigado a dar uma BOA gorjeta para o guia depois. Pegadinha para turista!
  • Para quem optar por ir por conta própria: não é permitido atravessar a fronteira de Israel para a Jordânia com um carro alugado. O mais aconselhável é alugar um carro quando se chegar a Aqaba.

CURIOSIDADES

  • Petra é um conjunto arquitetônico e arqueológico situado na Jordânia (região do Mar Morto). É composta de várias construções escavadas na rocha.
  • O estilo arquitetônico predominante é o helenístico (grego com influências orientais).
  • Provavelmente foi fundada no ano de 312 a.C.
  • Foi um importante ponto comercial da antiguidade.
  • A região foi dominada por diversos povos: hebreus, gregos, romanos e bizantinos.
  • A palavra petra tem origem grega e significa pedra (petrus).
  • Um terremoto em 551 destruiu grande parte da cidade, deixando-a até hoje quase totalmente em ruínas.
  • O edifício mais conhecido de Petra é a Câmara do Tesouro (El Khazneh).
  • Em 2007, foi eleita como uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo.
  • É considerado Patrimônio Mundial da Unesco.
  • É um dos pontos turísticos mais visitados do oriente.

 

Com certeza Petra merece ser incluída em todas as listas de “lugares para se visitar antes de morrer”, “lugares incríveis na Terra”.. Vale a pena! Nada que eu diga, nenhuma foto que eu poste, conseguiria transmitir a sensação incrível que é estar lá.
Mais que recomendado ;)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s