Tasmania – Road Trip

Aqui vai um roteirinho para atravessar a beautiful land of Tassie, começando pelo sul até a parte norte da ilha. Pra quem não sabe, a Tasmania é uma pequena ilhazinha no sul da Austrália. Você pode chegar de ferryboat ou de avião. Com incríveis paisagens de montanhas, parques, praias e a beleza de seus prédios históricos, eu arrisco a dizer que é uma das partes mais bonitas da Austrália.
Esse roteiro está organizando em 6 dias – com dicas para quem quiser ficar mais ou menos tempo que isso. :)
Aqui vai um mapa com os principais pontos do roteiro:


Dia 1: Hobart

Hobart é uma cidade pequena e a melhor forma de conhecer é andando. Deixa o carro estacionado e caminha pela cidade com calma para ver os prédios antigos, passear pelo Elizabeth Street Mall (que é micra), comer fish and chips na área da marina / porto e visitar o Tasman Museum.

Mt Wellington

O Mt Wellington é o lugar com a melhor vista da cidade. Você pode pegar o carro e ir até lá, não leva nem meia hora do centro de Hobart. Ou, se você estiver com um espírito mais aventureiro, existem uns tours em que você pode alugar bike  pra ir e tem trilhas também.

Eu, infelizmente não consegui chegar até o topo. Tentei dois dias seguidos (de carro) e tive que voltar antes de chegar no topo porque estava com muita neblina e o tempo estava chuvoso – eles fecham a estrada por segurança.

Mais informações sobre o parque, aqui: Wellington Park
A estrada pra Mt Wellington – Hobart, Tasmania 2014
Tasmanian Museum – Hobart, Tasmania 2014
A área do porto / marina – Hobart, Tasmania 2014
A área do porto / marina em Hobart – Tasmania 2014
Hobart, Tasmania 2014

Dia 2: MONA e Mt Field National Park

MONA – Museum of Old and New Art

Preço: Aus $20.
É cheio de coisas interativas. Reserve umas 2 ou 3 horinhas pra passear por lá. Vale a visita com certeza.
O MONA fica no caminho para o Mt Field National Park – por isso eu sugiro que você faça os dois no mesmo dia.
MONA – Museum of Old and New Art – Hobbart, Tasmania 2014

Mt Field National Park

Fizemos uns sanduiches lá no parque mesmo (tínhamos passado no mercado no caminho – ter comida no carro ajuda a ganhar tempo) e começamos a trilha.
As trilhas dessa parte são todas abertas e fáceis. Umas longas, outras mais curtas… Aconselho pelo menos uma trilhazinha de 15 minutos pra ver a cachoeira mais perto. Pra quem estiver com mais tempo, tem área de camping, estacionamento pra campervan e etc. Vale a pena ficar uns dias dentro do parque, fazer as trilhas mais longas… Se você der sorte ainda é capaz de encontrar um ornitorinco na natureza – é raro, mas lá tem!
Mais informações sobre o parque, aqui: Mount Field National Park
Preço: Você pode pagar por pessoa, ou pagar pelo carro. Tem uma entrada ilimitada dos parques nacionais (Aus $60) por um mês. Mesmo que você não vá ficar um mês na Tasmania, compensa se você for entrar mais de 2 parques.
Eu e a Mari na entrada do Mt Field National Park – Tasmania 2014
Mt Field National Park, Tasmania 2010
Mt Field National Park, Tasmania 2014
Campervan – Mt Field National Park, Tasmania 2014
Plantação de Raspberry que achamos no meio da estrada :) Tasmania 2014

Dia 3: Port Arthur e Tasman Peninsula

Port Arthur Historic Site fica na Tasman Peninsula. Reserve um dia inteiro só pra ir lá. Fica longe de tudo e você com certeza vai querer para em vários lugares no caminho – as paisagens na estrada são inacreditáveis e o Devil’s Kitchen e Tasman Arch valem um desvio no caminho, com certeza.
E o próprio Port Arthur em si já exige algumas horas. É um lugar muito relevante para a história da Austrália, costumava ser uma prisão – mais que isso, na verdade era uma comunidade das forças armadas. São mais de 30 prédios (e ruinas) históricos. Tinha hospital, corte, prisão, salas de tortura, casas, igrejas e etc. A experiência de caminhar por lá, e ver de perto como eram as prisões é, digamos, marcante.
Tasman arch – Tasman National Park – Tasmania 2014
Tasman National Park – Tasmania 2014
Port Arthur, Tasmania 2014
Port Arthur, Tasmania 2014
Port Arthur, Tasmania 2014
Port Arthur, Tasmania 2014
Port Arthur, Tasmania 2014
Port Arthur, Tasmania 2014

Dia 4: Richmond 

Richmond é extremamente pequena. Parece uma cidade cenográfica. Vale a pena uma parada rápida por lá, pra passear pela cidade, ver a ponte, a igreja e seguir viagem.
Richmond, Tasmania 2014
Richmond, Tasmania 2014
Richmond, Tasmania 2014
Richmond, Tasmania 2014
Richmond, Tasmania 2014
Almoço no carro – cozinhamos na noite anterior, no albergue – pra comer na estrada no dia seguinte.
E no meio da estrada…
No caminho para Richmond, Tasmania 2014
Tasmania 2014
No caminho pra Richmond, Tasmania 2014

Plantação de morangos orgânicos no caminho pra Richmond

Fomos surpreendidos na estrada por uma pequena plantação de morangos. A dona da plantação fica lá o dia todo, cuidando da terra e fazendo doces, geléias, bolos e etc. Tudo de morango. Ela vende os morangos – desde que você mesmo pegue uma cestinha e vá escolher – ela pesa e vende a peso. Não lembro quanto foi, mas era barato. Parar, colher morangos e conversar com a dona da plantação já faz a valer uma parada na estrada.
Plantação de morango orgânico, Tasmania 2014
Plantação de Morangos orgânicos – Essa é Cloe :) Tasmania 2014
Plantação de morangos orgânicos no caminho – Tasmania 2014
Plantação de morangos orgânicos no caminho – Tasmania 2014
Plantação de morangos orgânicos no caminho – Tasmania 2014

Wineglass Bay e Coles Bay

Sobre Wineglass e Bay e Coles Bay eu recomendo ir, caso você tenha tempo. Fica meio fora de mão pro resto do roteiro. Óbvio que é lindo, mas é lindo igual a várias outras praias na Austrália. Se você só tiver 3 ou 4 dias na Tasmania e for passar mais tempo em outras partes do país, dá pra pular essa área.
Mas, se você tem um diazinho de sobra pra passar lá, recomendo a ida. Para chegar até a famosa Wineglass Bay você precisa de um cruzeiro ou pode ir pela trilha.
Aqui vai um ótimo site sobre Wineglass: Wineglass Bay
As fotos são bastante convincentes, por isso que eu resolvi reservar um dia pra ir =P
Coles bay, Tasmania 2014
Coles Bay – Tasmania 2014

Dia 5: Cradle Mountain

Já no norte da Tasmania, perto de Launceston, tem a Cradle Mountain. Se eu tivesse que escolher UM ponto obrigatório na Tasmania, é esse. O parque é incrivelmente lindo e tem infinitas opções de trilhas – para todos os níveis.
Aí vão algumas fotos – auto-explicativas, eu acho:
no caminho pra Cradle Mountain – Tasmania 2014
Cradle Mountain. Certamente meu spot favorito na Tasmania. 2014
Cradle Mountain National Park – Tasmania 2014
Cradle Mountain National Park, Tasmania 2014
Cradle Mountain National Park – Tasmania 2014
Cradle Mountain National Park – Tasmania 2014
Cradle Mountain National Park – Tasmania 2014
Nesse dia, passamos o dia explorando o Cradle Mountain National Park e dormimos em Launceston.
Dica: Certifique-se de que o tanque do carro ta cheio. Não tem muito posto de gasolina no caminho, tem um lá na entrada do parque (um pouco mais caro que o normal) mas estava sem gasolina =P
Trouble! – Tasmania 2014

Dia 6: Launceston

Em Launceston um dia é suficiente, sinceramente. A cidade é bem pequena, nós passamos uma manhã passeando pelo centro da cidade pra ver as contruções antigas e tal… E depois partimos pra a Cataract Gorge Walk (um parque dentro da cidade, dá pra ir andando até) e passamos a tarde passeando por lá. Tem Teleférico, trilha, uma cachoeira, ponte suspensa, piscina pública (vazia, não é que nem no Brasil).

Launceston, Tasmania 2014
Launceston, Tasmania 2014
Launceston, Tasmania 2014
Launceston, Tasmania 2014
Gorge – Launceston, Tasmania 2014
Gorge – Launceston, Tasmania 2014
Depois devolvemos o carro no aeroporto e voamos de volta pra Brisbane. Back to real life.

Dicas:

Voos: O voo de Melbourne pra Tasmania é cerca de 40 dólares australianos. Portanto, compensa incluir os dois destinos na mesma viagem. Aconselho também, pra quem estiver pretendendo cruzar a ilha toda como eu fiz, chegar por Hobart (sul) e ir embora por Launceston (norte).
 Aluguel do carro: Bargain Car Rentals
Pegamos o carro no aeroporto de Hobart e devolvemos no aeroporto de Launceston. Era um i30, automático e saiu uns 60 dólares australianos ao dia. Dividido por 4 pessoas, é bastante justo :)
Ou você pode alugar uma camper van – acho bem mais válido, na verdade.
Confere aqui o post sobre alugar uma camper na Oceania.
Eu, a Ju (minha amiga colombiana) e o carro.  :)
Dirigindo na mão inglesa. Tasmania 2014
Dá pra viajar pela Tasmania sem carro?
Dá sim. Tenho amigos que foram sem carro porque não tem habilitação. Fica mais difícil, mas tem tour e ônibus pra tudo que eu citei no roteiro, só vai exigir mais tempo porque você fica dependente dos horários e programações do tour. Mas sim, dá pra fazer tudo isso sem contar com carro, você consegue fazer as reservas pros tours na recepção dos albergues.
Tudo fecha as 8pm – até restaurante e albergues:
Eu normalmente prefiro não reservar hospedagem e ir vendo em que cidade vou parar, reservamos com antecedência somente a primeira noite (em Hobart) e a última (em Launceston) – por causa dos voos, sabíamos que essas noites certamente seriam nessas cidades. E… nos outros dias, foi tenso conseguir hospedagem. Sempre conseguimos, no fim das contas, mas não é tão fácil como costuma ser em outros lugares que passei. Tassie é realmente MUITO interior e pouco habitada – as recepções dos hostels fecham super cedo (não, não tem nada 24h) e a gente sofria pra conseguir um quarto, mesmo que houvesse vaga.
A mesma regra se aplica aos restaurantes. Nas cidades pequenas era quase impossível achar algo aberto depois das 8pm, e em Hobart e Launceston até tinha uns bares… Mas não tinha nada pra comer (as cozinhas dos bares fecham) depois das 8:30 da noite.
No dia que fomos a Cradle Mountain estavamos morrendo de fome na volta, chegamos em Launceston umas 8:30 e as únicas opções eram Dominos, Mc Donalds e KFC – terminamos devorando pizzas dentro do carro – a Dominos era dessas que não tem nem mesa, só vende “to go” (não sou grande fã de fast food, mas… Era isso ou nada).
Ou seja… Se organize pra tentar reservar as hospedagens com antecedência (a menos que esteja numa campervan – mais uma vantagem) e comer cedo, ou tenha comida no carro e cozinhe no albergue, é a melhor coisa, na verdade. Fizemos isso a viagem inteira, mas como essa era a última noite, a ideia era ir a um restaurante.
Última dica: James Boag’s Premium Lager – uma bela cerveja feita na Tasmania.
Enjoy!

2 comentários sobre “Tasmania – Road Trip

  1. Oi Fernanda. Obrigada.

    Eu super recomendo a campervan. Ja fiz outras viagens na Australia e Nova Zelandia de Campervan (ja aluguei várias e inclusive tive uma, comprada e tal). É muito fácil viajar na Austrália e Nova Zelandia de van. Procure os campgrounds todos eles tem banheiro e chuveiro (obviamente, ‘paid campgrounds’ tem banheiros melhores do que ‘free campgrounds’, mas a maioria vai ter chuveiro sim).

    Tem mais dicas sobre viajar de van aqui: https://jafui.la/2014/12/01/campervan-oceania/

    Sobre o clima e período do ano: eu fui era verão na Austrália (Dezembro), mas a Tasmania é bem no sul né? Quase Antártica ( :P ). Faz frio o ano inteiro. Se vc não gosta de frio, vai no “verão”. No verão a temperatura média é 17º a 23º, no inverno é de 3º a 11º.

    Antes que voce se preocupe, já te aviso que a campervan é ok, mesmo se estiver 3º. Vem com um monte de coberta :)

  2. Adorei o post! E acredito que sera super util… vou fazer meu roteiro (tenho 7 dias) com base no seu, lembrando que eu chego e saio por Hobart (ainda bem que tenho 7 dias, no caso).

    Voce me esclareceu muitas duvidas quanto a abastecer, hospedagem e restaurantes, soh reforca mais ainda a minha ideia de campervan. Dai minha preocupacao vai ser banheiro/chuveiro rs mas acho que da pra arrumar por ai, o que voce acha (principalmente sobre chuveiro)?

    Outra duvida, que periodo do ano voce foi e como estava o clima por la?

    Obrigada :D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s